Absorção acústica não é isolamento acústico

Quando falamos em tratamento acústico de um ambiente, podemos falar tanto em absorção quanto isolamento. Então, é preciso diferenciar os tipos.

E embora seja comum para uma pessoa leiga no assunto considerar ambos os tratamentos iguais, é fundamental alertamos que há bastante diferenças entre eles.

Absorção acústica não é isolamento acústico. As demandas e os benefícios de cada um são diferentes, e os sistemas ainda podem ser complementares.

Qual é a diferença entre os dois termos?

O isolamento acústico é o conjunto de medidas tomadas para reter o som em um ambiente, impedindo que se propague para o exterior.

Por exemplo, uma sala de escola de música. Geralmente, esse tipo de estabelecimento busca uma solução de isolamento acústico. Dessa forma, evita que o som saia do local onde as aulas são realizadas, minimizando assim a ocorrência de barulho do lado de fora.

Sorte dos vizinhos, que não precisam se preocupar com a hora da aula de bateria bem na hora de assistir à novela ou ao filme preferido. Afinal, o som fica dentro da sala de aula graças à esse tipo de tratamento acústico.

Já a absorção acústica ou absorção sonora se refere às medidas para equalizar e adequar a distribuição das ondas sonoras em um mesmo ambiente, de acordo com o uso e ocupação do local. Um restaurante cheio ilustra bem esse caso.

Imagine todo mundo conversando dentro do restaurante, a casa lotada de clientes, os garçons indo para lá e para cá anotando e entregando os pedidos, os funcionários da cozinha higienizando e organizando as louças e os talheres, preparando os pratos. Muitas vezes o som ambiente parece estar uma “barulheira”, não é mesmo? Até mesmo causando incômodos aos clientes e vontade de não permanecer no ambiente.

Quem nunca teve dificuldade de conversar num local assim porque estava muito barulho?

Evite este problema com o tratamento acústico

Podemos resolver o problema citado acima projetando sistemas com forros e até paredes que absorvem o som. Essa “mágica” é possível. As nossas chapas GypSOM são especialmente indicadas para esses casos. Elas possuem furações especiais para absorver as ondas sonoras, evitando que reverberem e voltem para o ambiente, o que inviabiliza qualquer tipo de eco, gerando maior conforto para as pessoas do recinto.

As chapas da linha GypSOM são ideais para projetos de teatros, salas de música, casas de shows, bares e restaurantes, e no âmbito residencial passou a ser usada com frequência em ambientes de Home Theater e biblioteca.

Os principais benefícios de usar GypSOM são:

  • Alta tecnologia em absorção e reflexão do som ambiente;
  • Aplicável como forro fixo estruturado ou paredes internas;
  • Excelente acabamento final;
  • Ótima solução decorativa para diversos ambientes comerciais e residenciais. Além do desempenho técnico e o excelente tratamento acústico, essas chapas oferecem versatilidade ao design dos ambientes, favorecendo e facilitando a aplicação em diversos tipos de projetos. Leia também: Chapas perfuradas: o que são e quais benefícios entregam.

Veja também:

botao-newsletter.jpg

Siga-nos:
facebook.svginstagram.svglinkedin.svgtwitter.svgyoutube.svgpinterest.svg