Papel de parede e drywall: dupla ágil para renovar o visual da empresa

Seja numa reforma ou na construção de um escritório – até mesmo uma nova área da empresa –, o papel de parede é uma solução contemporânea, ágil e versátil. Esse tipo de produto, junto com o drywall, possibilita que o cliente use e abuse da criatividade e conte com benefícios de instalação. A agilidade é só um deles.


“Comparando com o sistema convencional, de alvenaria, a parede em drywall é muito mais lisa, oferece uma superfície praticamente acabada para instalação de papel de parede”, ressalta o arquiteto Luiz Guilherme Penna, do departamento de Especificação e Desenvolvimento da Etex, detentora da marca GypsumⓇ Drywall.


O papel de parede é considerado uma solução interessante para o ambiente corporativo. Quem concorda é a arquiteta e especialista em decoração Érica Salguero, proprietária de escritório homônimo em São Paulo. A especialista afirma que esse tipo de produto não é mais como era visto nos anos 1980 e que atualmente essa é uma solução cheia de variedade, qualidade e benefícios.


“O papel de parede veio para ficar”, diz Érica. Ela ainda ressalta que a maioria das opções do produto oferece facilidade para aplicar, limpar e até mesmo trocar, quando a empresa decidir mudar a decoração ou a sua própria identidade visual.


“Há muitas opções no mercado, uma delas vai combinar com o que o negócio precisa”, diz Érica. “Também é possível encontrar personalização, embora esse serviço possa aumentar o custo em relação às opções já prontas”, alerta.

 

papel-parede

Preparação do drywall para receber o papel de parede


Antes de aplicar o papel de parede, é preciso apenas preparar o drywall. São medidas simples, que não prejudicam em nada a agilidade que o sistema oferece.


O primeiro passo é tratar juntas e cabeças de parafusos, segundo recomenda Luiz Guilherme. “Isso é feito para remover pequenas irregularidades e deixar a superfície da parede ainda mais lisa e preparada para receber o papel”, explica. Nessa etapa, a recomendação é de usar os seguintes produtos: Massa GypsumⓇ 90, que demanda tempo reduzido entre demãos e não trinca depois de seca, entre outros benefícios; e a Fita JT da GypsumⓇ Drywall, fabricada com papel especial microperfurado, para proporcionar maior aderência.


Depois, vem a selagem. “Trata-se da aplicação de um produto de mercado similar a uma tinta, para homogeneizar a cor da parede e preparar a superfície para receber a cola do papel de parede”, explica Luiz Guilherme.


O especialista destaca ainda que muitas empresas podem atuar em prédios alugados. Nessa situação, segundo ele, o uso de drywall e papel de parede pode ser uma escolha positiva. “Traz mais flexibilidade, agilidade e outras vantagens que só a construção a seco tem”, conclui.


Blog