Painel Gypsum | Fevereiro 2016

Gypsum amplia sua oferta para a construção a seco além do drywall

Gypsum: soluções para interiores e fechamentos externos. Crédito: Feed - arquiteto Gabriel de la Cruz Mota

A Gypsum amplia sua participação no mercado com a entrada de novas linhas de soluções construtivas a seco. Pioneira no Brasil, a empresa oferece, desde 1995, soluções e sistemas construtivos completos para ambientes internos através das linhas Drywall e Qualigesso. Em 2013, foi integrada a gama de produtos da companhia a linha de chapas cimentícias autoclavadas Superboard para fechamentos externos, painéis de fachada, revestimentos, entre outras aplicações. O Superboard tem utilização também em sistemas construtivos em light steel frame, que começam a ganhar espaço no Brasil. As chapas cimentícias produzidas em sistema de autoclave têm maior estabilidade dimensional e são uma exclusividade do Grupo Etex para o Brasil e uma de suas principais linhas de produtos no mundo inteiro, quando iniciou operações em 1905, na Bélgica.

A Gypsum traz, a partir deste ano, a Promat para o Brasil, a marca líder mundial em proteção passiva de alta performance contra fogo. “É a grande novidade para este ano. Estamos desenvolvendo no país duas frentes de negócios para a Promat: uma linha para a construção civil e outra industrial. Estamos estruturando nossa oferta e logo sairemos a campo para oferecer alternativas para um mercado exigente e altamente regulamentado”, explica Amedeo Salvatore, gerente de vendas da Gypsum. Os sistemas construtivos racionalizados e industrializados da Gypsum vem ao encontro da nova realidade do mercado da construção civil brasileira, que passa por um período de crise. O mercado passa por uma evolução, adotando sistemas que permitam mais produtividade, menor custo, mais economia de recursos naturais, baixo impacto ambiental e capacitação de mão de obra. Os números do mercado dos últimos meses são representativos deste momento, mostrando uma forte queda na venda de materiais de construção em geral e um menor impacto no setor do drywall. A utilização do sistema drywall aumenta três vezes a produtividade da obra, reduz oito vezes o consumo de água, diminui o volume de material a ser transportado e de resíduos, tendo como principal componente as chapas de gesso, um material totalmente reciclável.

A Gypsum passa agora a oferecer ao mercado um amplo portfólio de soluções construtivas a seco. Para interiores, os sistemas drywall e soluções em gesso através das marcas Gypsum Drywall e Gypsum Qualigesso respectivamente; para os sistemas em chapas cimentícias, através da marca Gypsum Superboard; e para a linha de produtos de proteção passiva de alta performance contra fogo para construção civil e industrial, com a marca Gypsum Promat.