Construção metálica leve avança no Brasil

O segmento de Light Steel Framing – construção metálica – ganha espaço no mercado, também no Brasil. O sistema composto por perfis leves de aço galvanizado, que podem ser fechados externamente por chapas cimentícias e internamente por chapas drywall, segue avançando e conquistando novos mercados, segundo destaca uma publicação do Portal Met@lica Construção Civil.

Além da tradicional aplicação em residências, ressalta o veículo, essa solução tem sido aplicada em creches, escolas, galpões, lojas comerciais e alojamentos de obras, entre outros locais. Essa tecnologia também ganha espaço em shopping centers, edificações industriais e edifícios comerciais e de habitação, já que pode substituir a alvenaria em edificações de estrutura metálica ou em concreto.

Produtividade – De acordo com a publicação, o cenário favorável coincide com a busca cada vez maior por parte das construtoras e incorporadoras por sistemas industrializados capazes de incrementar a produtividade e reduzir prazos de obra. Pelo menos é isso que apontam especialistas do setor, com foco em construção a seco.

A Gypsum possui uma solução para esse segmento. A Chapa Cimentícia Superboard ST é constituída por painéis autoclavados de cimento, com borda reta, para revestimento em áreas internas e externas. Além de ser incombustível, sua funcionalidade e a resistência são os atributos principais. Seis vezes mais leve do que a alvenaria convencional, esse tipo de produto garante economia de até 70% no cronograma da obra.

Outra vantagem é que essa chapa de fibrocimento é resistente à exposição de grandes variações de temperaturas. O material pode receber acabamento com texturas, tintas, verniz ou revestimentos de cerâmica e outros materiais.