Chapas resistentes ao fogo com selantes especiais aumentam a performance dos sistemas

A ocorrência de incêndios em prédios residenciais e comerciais vem obtendo grande repercussão na mídia, não só pelo número de vítimas destas tragédias, mas também pelos processos judiciais aplicados aos projetistas e construtores responsáveis pelas obras. No Brasil quem concede os alvarás de funcionamento e determinam as regras a serem seguidas é o Corpo de Bombeiros. De qualquer forma o tema já faz parte de agenda do setor e começam a chegar novidades trazidas por indústrias de referência, como é o caso da PROMAT, líder mundial em sistemas de proteção passiva contra incêndios, uma das divisões de negócios da Gypsum no Brasil.

Um dos produtos de destaque da PROMAT é o Promaseal-A, um selante corta-fogo para juntas horizontais e verticais de baixa movimentação, que proporciona aos profissionais garantia de qualidade e maior desempenho (120 minutos de resistência ao fogo), além da facilidade e rapidez na aplicação, apresentando um upgrade de alto desempenho na selagem de sistemas resistentes ao fogo.  “O mais importante para os projetos no que diz respeito à incêndios é assegurar que os produtos e sistemas sejam resistentes o bastante para evitar a propagação do fogo em um período de tempo suficiente para que as pessoas possam sair das edificações antes que a tragédia aconteça”, explica Alexandre Horta, gerente de especificação da Gypsum.

O Promaseal-A (veja ficha do produto) é indicado para a selagem dos sistemas compostos por chapas RF em drywall ou de silicato de cálcio Promatect-H, e é um produto exclusivo da Gypsum. 

Contacte nosso departamento técnico e conheça o produto que é o “algo a mais” da Gypsum em Sistemas Corta-Fogo.